Este site utiliza cookies. De uma forma geral, os cookies são utilizados para melhorar a experiência de navegação no site e para melhorar a qualidade dos serviços que disponibilizamos através do mesmo.

Ao clicar “Aceito” está a autorizar a utilização dos nossos cookies. Poderá encontrar mais informação acerca do uso que fazemos de cookies na nossa Política de Cookies.

Catarina de Áustria, rainha e regente de Portugal

Catarina de Áustria nasceu em 21 de janeiro de 1507, filha de Filipe I de Castela e de Joana, a Louca. Ainda muito jovem foi dada em casamento ao rei de Portugal – D. João III. Desse casamento resultaram 9 filhos, mas todos morreram relativamente cedo. Assim, quando D. João III morreu, em 1557, já nenhum dos seus filhos estava vivo, pelo que o trono acabou por ter que ser ocupado pelo seu neto D. Sebastião. Tendo em conta que D. Sebastião ainda era menor, D. Catarina, que tinha acompanhado ativamente os assuntos da governação do reino, assumiu a regência.

O Cardeal D. Henrique foi chamado para seu conselheiro, mas a partir de 1562 acabaria por assumir ele mesmo. Durante esse período, dedicou-se com afinco à educação do neto, e do governo do reino. D. Catarina faleceu 1578, no Palácio de Xabregas, alguns meses antes do seu neto, D. Sebastião, desaparecer na Batalha de Alcácer Quibir. Durante o período em que Catarina de Áustria foi rainha consorte de Portugal, Góis atravessou um período de florescimento. São desse período histórico, as construções da ponte sobre o rio Ceira – A Ponte Real – e do Antigo Hospital, bem como a reforma da igreja matriz. 

Galeria de Fotos

Visite-nos e descubra tudo o que temos para lhe mostrar.