Este site utiliza cookies. De uma forma geral, os cookies são utilizados para melhorar a experiência de navegação no site e para melhorar a qualidade dos serviços que disponibilizamos através do mesmo.

Ao clicar “Aceito” está a autorizar a utilização dos nossos cookies. Poderá encontrar mais informação acerca do uso que fazemos de cookies na nossa Política de Cookies.

Numa encosta sobranceira ao rio Mondego, encontra-se um troço de via romana, cuja construção deverá ser do século I, com cerca de 5 metros de largura, prolongando-se os seus vestígios por uma extensão de aproximadamente 350 metros.

Os vestígios existentes permitem-nos concluir que se tratava de um traçado bem delineado, com a utilização de tecnologia de construção pouco usual em Portugal, pelo cuidado de talhe dos blocos que a compõem e pela utilização de três eixos centrais.

A Via seria um dos troços que, no tempo de Augusto, ligava as localidade Santarém e Bobadela, numa altura  em que esta assumia um papel de relevo económico e administrativo. 

A Via Romana da Pedra da Sé está classificada como Imóvel de Interesse Público.

Junto da Via Romana, encontra um miradouro natural – Miradouro Pedra da Sé – que se eleva sobre a margem esquerda do rio Mondego, na albufeira da Barragem da Agueira.

Tábua
3420 Tábua