Este site utiliza cookies. De uma forma geral, os cookies são utilizados para melhorar a experiência de navegação no site e para melhorar a qualidade dos serviços que disponibilizamos através do mesmo.

Ao clicar “Aceito” está a autorizar a utilização dos nossos cookies. Poderá encontrar mais informação acerca do uso que fazemos de cookies na nossa Política de Cookies.

O Trilho das Árvores Notáveis, percurso circular com 6,7 km de extensão, insere-se no projeto transversal “Serras de Coimbra” da CIM-RC e desenvolve-se no coração da Mata Nacional do Bussaco, um verdadeiro oásis da Região Centro. A Mata do Bussaco está localizada a 549 m de altitude, ocupa uma área de 105 ha e encontra-se na Região Biogeográfica Mediterrânica, com forte influência Atlântica. É uma das Matas Nacionais mais ricas em património natural, arquitetónico e cultural, onde podemos identificar distintas unidades de paisagem que incluem inúmeros exemplares notáveis. O Arboreto, que ocupa cerca de 65% da área da mata, é o resultado de uma forte influência antropogénica, particularmente após a introdução da primeira árvore exótica pelos Carmelitas, o Cedro-do-Bussaco, entre o final do século XVII e início do século XVIII. A partir de 1856, altura em que a Mata do Bussaco foi entregue à Administração Geral das Matas, foram introduzidas inúmeras espécies oriundas de todo o mundo, nomeadamente sequoias, araucárias, eucaliptos, pseudotsuga, mirtilo-da-nova-zelândia, freixo-verde, atualmente exemplares notáveis do arboreto. Das inúmeras fontes e lagos, a mais célebre é a Fonte Fria, de onde sai a linha de água que percorre o emblemático Vale dos Fetos, cujo nome lhe foi atribuído pela existência de muitos exemplares de fetos de porte arbóreo.

A Mata Climácica é uma formação vegetal clímax, de plantas autóctones, que conserva as características típicas da floresta primitiva que existia nesta região, antes da ocupação humana. Ocupa cerca de 17 ha e possui exemplares notáveis de carvalho- -alvarinho e carvalho-negral, sobreiros e de adernos. A existência de exemplares centenários de várias espécies de árvores que, ao longo de alguns séculos, adquiriram um porte notável, é sem dúvida um dos aspetos que notabiliza a Mata do Bussaco, sendo de especial destaque os Cedros-do-Bussaco que, pela história que os envolve e pelo elevado número existente na mata, são considerados um ex-libris. Para além da componente arbórea, o percurso contempla a descoberta de notáveis elementos arquitetónicos e históricos, entre os quais se destacam: o Palace Hotel do Bussaco, concebido para pavilhão de caça do Rei D. Carlos, símbolo do romantismo português, de estilo neomanuelino, cuja construção teve início em 1888; e a Via Sacra, Sacromonte, única no mundo, à escala de Jerusalém, com uma extensão de 3 km e composta por 20 passos (Paixão e Prisão de Cristo).

Mapa PDF

 

 

Características

Extensão 6,7 km
Duração 2h25m
Tipo de percurso Circular
Desnível acumulado +375m
Altitude max/min 555 m / 268 m
Época aconselhada Todo o ano

Dificuldade
Avaliado de 1 a 5 (1: fácil; 5: difícil)

Tipo de piso 1
Esforço Físico 2
Adversidade 2
Orientação 2